Jogar casino ao vivo na Bet365 em portugues

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Problemas com a loteria Mega Sena de Brazil

Pessoal, a internet esta bombardeada com noticias de fraudes da loteria Mega Sena de Brazil. A ultima foi um bolao onde os apostadores não receberam o prémio de mais de 50 milhões de euros. O que acontece com loterias de Brazil ?
Ja vimos varias noticias dessas e os apostadores ainda assim continuam a apostar na Mega Sena de Brazil.

Se você escuta rumores de fraudes em algum casino voce continua a visitar esse casino ? Obviamente nao ! Entao porque continuas a apostar em uma loteria como a Mega Sena de Brazil que é pura fraude ?

Reuni alguns textos que encontrei em sites de Brazil sobre varios e varios problemas de Mega Sena de Brazil... DIVIRTAM SE LENDO MAS NAO APOSTANDO NESSA FRAUDE !!!

------------------


O bolão de R$ 53,3 milhões que surpreendeu o Brasil e deixou 40 apostadores da Mega-Sena frustrados promete ainda dar o que falar. Ontem foi dia de apurar os fatos e ouvir as vítimas na delegacia. Também o advogado da lotérica onde foi feito o bolão disse que abriu auditoria para verificar onde houve falha. Ontem, a Caixa Econômica Federal confirmou a suspensão da licença de funcionamento da Lotérica Esquina da Sorte até que sejam apuradas as denúncias. Mesmo diante da notícia de suspeita de fraude na Mega-Sena, o dia foi de movimento e até bolões em casas de aposta . Embora desconfiados, apostadores fizeram sua fezinha pelos R$ 61 milhões.

Titular da 2.ª Delegacia de Polícia , o delegado responsável pelo caso, Clóvis Nei da Silva, até ontem ouviu 13 vítimas e foram registradas 25 ocorrências. A primeira suspeita levantada pelo policial é de estelionato, mas ainda não sabe se com ou sem dolo, ou seja, se o dono da lotérica agia com má fé ou foi mesmo um erro humano. Silva ainda vai juntar às investigações mais dois bolões: um feito esse ano e um do mesmo concurso 1155, para conferir se foram registrados ou não. "Isso irá mostrar se não registrar os jogos era uma prática da lotérica ou se foi erro", explica. O inquérito tem 30 dias para ser concluído e, nesse período, Silva pretende escutar todas as vítimas e os responsáveis pela lotérica. Com relação à Caixa, por não ser vítima, a Polícia Federal não entrará no caso.

O advogado da lotérica, Marcelo De La Torres Dias, diz que a primeira medida será pedir à Caixa a reabertura da lotérica. Até o meio-dia de hoje, vai mostrar o resultado da auditoria e provar se houve falha humana ou falha da gráfica. Também irá reunir provas que mostram que não houve estelionato e que a lotérica é uma casa antiga e com credibilidade na cidade. "O que ao meu ver está errado é a Caixa primeiro punir a lotérica, fechando-a, e depois levantar as provas. Deveria ser ao contrário, como manda a lei", analisa.

Mesmo em clima de desconfiança, as apostas para o sorteio da Mega-Sena desta quarta-feira, que deve pagar um prêmio de R$ 61 milhões, continuam movimentando as lotéricas de Nova Hamburgo. A diferença é que os cartazes de promoção dos bolões desapareceram e o número de jogadores interessados em participar desta prática diminuiu bastante. A reportagem do Jornal NH visitou na tarde de ontem três estabelecimentos credenciados pela Caixa Federal no Centro. Em dois, os bolões continuam sendo realizados e são vendidos ao valor de 10 a 15 reais. No terceiro, conforme uma das atendentes, a prática foi suspensa "até que as coisas se acalmem". Mas a principal diferença está na abordagem dos atendentes das lotéricas. O metalúrgico aposentado Pedro de Oliveira, 69 anos, já percebeu a mudança. "Antes eles quase obrigavam a gente a comprar um bolão. Agora, os bilhetes sumiram do balcão. Achei isso muito bom".

O QUE FARÃO OS APOSTADORES?

Conforme o advogado de 21 dos 40 apostadores, Marcelo Luciano da Rocha, será feita uma notificação extrajudicial à Caixa para formalizar a situação. Depois, se entrará com uma ação ordinária pedindo o bloqueio judicial dos R$ 53,3 milhões do sorteio 1155. "A ação é contra a lotérica, que fez o jogo, e a Caixa, que é responsável pelo local. Também vamos pedir indenização por danos morais aos clientes", completa o advogado.

O DESFECHO DE CASOS SEMELHANTES

- Em 2006, um apostador jogou na Loteria Esportiva, fez os 13 pontos, mas na hora de cobrar o prêmio descobriu que a lotérica não havia registrado o jogo junto à Caixa. Na ocasião, os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiram em que a Caixa era responsável pelas casas credenciadas e, por isso, co-responsável pelo prejuízo.

- Em 2007, em Joaçaba Santa Catarina, o empregado dizia ter jogado na Mega-Sena junto com o patrão, mas foi um acordo informal. O patrão alegava que não teria dividido o jogo com ele e, inclusive, os números apostados eram as datas de nascimento dele e do filho. Já o empregado dizia que eram os números do celular dele. A Justiça havia determinado que o prêmio fosse dividido. Porém, nem um nem outro aceitou e ambos entrariam novamente com recurso.

O que é jurisprudência?

São decisões de tribunais a respeito de casos semelhantes. Quando as decisões judiciais começam a se definir de uma forma igual, se forma uma jurisprudência, uma espécie de consenso entre os juízes. No caso do bolão, decisões favoráveis aos apostadores em outros casos podem servir de jurisprudência, dando força ao argumento. Porém, isso não significa que o juiz se posicione da mesma forma obrigatoriamente.

Advogados divergem sobre o caso

Sobre a responsabilidade do prejuízo e a possibilidade dos apostadores reaverem o dinheiro, advogados divergem sobre o assunto. Para Jane Regina Mathias, a Constituição Federal e o Código Civil, estabelecem que aquele que causa lesão a alguém, mesmo de forma indireta, tem o dever de indenizar os prejuízos resultantes de seus atos ou omissões.

A partir disso se pode concluir que "no momento em que a Caixa Econômica Federal é responsável pelo credenciamento e pelo controle dos agentes lotéricos, ela se torna também responsável pelos atos e omissões praticados pelos mesmos em seu nome", argumenta a advogada. Jane acrescenta que a relação que se forma entre o apostador, agente lotérico e Caixa Econômica Federal é uma relação de consumo, atraindo também a incidência do Código de Defesa do Consumidor, que no caso vertente reforça a tese que está sendo defendida pelos apostadores, ou seja, de responsabilização do agente lotérico e da CEF. Ela recorda casos semelhantes em que a Justiça deu ganho de causa aos apostadores em tramitações que levaram mais de dez anos.

Já para Adalberto Snel, a Caixa não tem responsabilidade, pois o problema é exclusivo da casa lotérica. "O bolão está fora do contrato com a Caixa, é um negócio paralelo". Ele ainda sustenta que ir atrás do prejuízo judicialmente é perda de tempo. "Como a Caixa não é responsável, a saída seria cobrar do dono da lotérica. E, pelo que me consta, dificilmente ele terá os R$ 53,3 milhões para reembolsar os prejudicados", diz.

Tags/ palavras-chave:clima, Nova Hamburgo, Mega-Sena, Caixa Federal, Brasil, consumo, Polícia Federal, Jornal NH, promoção, dinheiro, concurso, filho, denúncias, prejuízo, prejuízos, prêmio, celular




Caixa suspende licença de funcionamento da Esquina da Sorte
Medida será mantida até o fim da apuração sobre o caso do bilhete da Mega que teria sido premiado

A licença de funcionamento concecida pela Caixa Econômica Federal à lotérica Esquina da Sorte em Nova Hamburgo está suspensa até o fim da apuração sobre o caso do bilhete que teria sido premiado na Mega-Sena.

Se for confirmada a existência de irregularidade será aplicada a penalidade prevista nas normas internas, que podem ir de uma advertência até a revogação da permissão, de acordo com a gravidade do fato.

Em nota divulgada na tarde desta terça-feira, a Caixa reforçou a afirmação de que o comprovante emitido pelo terminal de apostas é o único documento que habilita o recebimento de prêmios. "Todas as lotéricas são obrigadas a afixar em local visível ao público o cartaz intitulado ´Proteja Seu Prêmio´ que contém as informações necessárias para os apostadores realizarem suas apostas com segurança", diz o documento.

A Caixa reiterou ainda que as lotéricas executam as atividades por sua conta e risco sob o regime da permissão estabelecido por lei e devem observar rigorosamente os procedimentos operacionais determinados pelo banco.





As lotéricas de todo o País foram proibidas de organizar bolões de apostas nesta terça-feira pela Caixa Econômica Federal, depois que apostadores de Nova Hamburgo não tiveram os volantes validados e ficaram sem receber o prêmio de R$ 53 milhões. A informação é do G1.

A lotérica Esquina da Sorte, onde foi feito o suposto bolão da Mega-Sena, teve suas atividades suspensas. Segundo a Caixa, a suspensão impede que serviços bancários e apostas sejam feitos no local. O prazo de suspensão é o tempo que durarem as investigações.

A Polícia pretende ouvir os apostadores que teriam participado de um bolão e também o dono do estabelecimento.

Foto: Patrícia Pinto/GES-especial



Veja abaixo o que encontrei sobre a loteria de brazil mega sena. Dizem que a mega sena é uma fraude, mais uma maquina de roubo do dinheiro de pessoas brasileiras e da corrupção interminavel em brazil.


CASOS SOBRE FRAUDES NA MEGA SENA - LOTERIA DE BRAZIL


Descoberta a grande farsa da Mega Sena. Mais uma faceta da interminável corrupção brasileira. Se você foi um dos que apostou nela acumulada, sinto lhe dizer, mas você foi enganado. Logo no início das investigações já descobriram várias pessoas envolvidas no esquema. E são os mesmos tipos de outras descobertas decorrupção: funcionários, auditores, e muito peixe grande ligados diretamente ao governo. O esquema acontecia através de laranjas que jogavam os números previamente sabidos porque as bolinhas sorteadas tinham alteração no peso. Isso já havia acontecido no jogo “TOTO BOLA”. Por levarmos vidas atribuladas, talvez nos tenha passado despercebida a obviedade dessa fraude. É só lembrar o tanto que esse jogo acumula (O mesmo não acontecia com seu antecessor, a Loto), e sempre ganha apenas um, em algum lugar distante, desconhecido. Tinha membro da quadrilha com 4 Bilhões em contas de paraísos fiscais, o que menos possuía, tinha 8 milhões. Mais uma vez a maior vítima é o povo brasileiro que, muitas vezes, deixa até de se alimentar para buscar a esperança de uma vida melhor através desse jogo. Mas que também sirva de lição, pois se você quer enriquecer rápido, este com certeza não é o melhor caminho. Rápido estão enriquecendo essa corja de corruptos através de suas apostas. É o bolso deles que você está enchendo de dinheiro e não o seu. Deposite esperanças na sua capacidade de trabalho. Não espere por milagres... Curioso e preocupante é que não vi muita divulgação - considerando a gravidade do problema. Só passou uma vez no Jornal da Record, e na BAND. Censura?????? Ou isso ou interesse. Talvez rabo preso. Dá pra inocentar alguém de antemão? Lembrei do ridículo hábeas corpus preventivo. Com certeza, o governo não quer perder a bocada que ele fatura a cada semana com os jogos. E nem quer mais CPI... Espalhem, isso não pode ficar assim não. Não da pra cruzar os braços pra mais essa né? Vamos ao menos divulgar essa vergonha como pudermos. Se lermos uma notícia dessas e ficarmos inerte aceitando como coisa normal à corrupção, estaremos errando por omissão, que é a pior forma de errar. Não vamos perder a capacidade de nos indignar. Não jogue nas loterias da caixa, todas, provavelmente devem estar envolvidas com algum tipo de corrupção. DIVULGUE...MAS DIVULGUE MESMO, PARA VER SE ACONTECE ALGUMA COISA...




A notícia de um suposto esquema de fraude na Mega-Sena publicada no jornal Tribuna de Imprensa, do Paraná, foi considerada inofensiva à reputação da loteria. A decisão unânime foi tomada na última semana pela 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

A matéria publicada pelo jornal em março de 2006 afirmava que uma investigação teria descoberto o envolvimento de várias pessoas em um esquema que fraudava o peso das bolas utilizadas nos sorteios da Mega-Sena. O trecho final da notícia, porém, apresentava termos indicando que o texto fazia parte de uma corrente de internet e, assim, não era possível afirmar sua autoria.

A Caixa Econômica Federal (CEF), responsável pelo sorteio, ingressou com uma ação na Vara Federal de Paranaguá (PR) alegando que a publicação causou uma repercussão negativa para o crédito da loteria. O dono do jornal foi, então, condenado ao pagamento de indenização por danos morais à CEF. Ele, porém, recorreu ao TRF4, argumentando que a notícia tinha sido enviada a inúmeros periódicos do país e publicada em outros jornais locais.

Ao analisar o caso, a 3ª Turma entendeu que não ficou configurada a ofensa à reputação da CEF. A relatora do caso no tribunal, desembargadora federal Maria Lúcia Luz Leiria, destacou que o dano moral sofrido por pessoa jurídica consiste no possível abalo de crédito sofrido, que deverá ser comprovado. No caso, ponderou a magistrada, “a publicação da notícia não alcançou a intensidade necessária para configurar o dano moral, considerando-se a restrita circulação e o pequeno porte do jornal”.


DEBATE SOBRE A FRAUDE NA MEGA SENA E EM LOTÉRICAS :

A fraude no bolão da Mega-Sena pode abalar a credibilidade das loterias da Caixa? Ou foi só um caso isolado?

- O trouxa do dono da lotérica se ferrou. Ele quiz aplicar um golpe pensando que não iria dar os números e não jogou; só para ficar com o dinheiro do bolão.

- pode abalar siiim , é um absurdo essa falta de responsabilidade da lotérica !

- EU ACHO SUPER INJUSTO A CAIXA TINHA QUE PAGUAR O PREMIO . OS CLIENTES TEM AS NOTAS FISCAIS ELES PAGARAM TEM PROVAS. PAGAM O PREMIO E PRENDAM O DONO DA LOTERICA SIMPLES.

- ão creio que isso abalará as loterias da CEF, mas certamente, criará uma desconfiança em relação as casas lotérica e seus bolões, pois quem não ficará desconfiado, se naquela lotérica que se costuma fazer as apostas, tem o mesmo costume, de vender bolões, ficar com o dinheiro dos apostadores, e não registrar a aposta.

Particularmente, vou continuar jogando na Megasena e nas outras loterias, só deixarei de participar de bolões, vá lá que eu compre uma cota, os números sejam sorteados, e a casa lotérica não tenha registrado a aposta.






"CAIU A CASA DA MEGA-SENA!
A GRANDE FARSA É DESCOBERTA!
BRASIL: PARAÍSO DA SACANAGEM...
SE VOCÊ FEZ APOSTAS, FOI ENGANADO!!!

A Polícia Federal desconfiou que estivesse havendo algum tipo de fraude na MEGA SENA.

Mal começaram as investigações e pegaram várias pessoas envolvidas no esquema, entre eles, funcionários, auditores, e muito peixe grande, ligados diretamente ao governo.
Era muita gente envolvida no esquema.
Eles fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem como já havia acontecido no jogo `TOTO BOLA`, e botavam `laranjas` para jogar, em diferentes estados.

Você que achava estranho a Mega Sena acumular tantas vezes seguidamente, e quando saía o prêmio apenas uma pessoa ganhar e geralmente em algum lugar bem distante: só podia ter algum tipo de fraude mesmo!

Disseram que tinha membro da quadrilha com 4 Bilhões em contas em paraísos fiscais, o que menos possuía tinha 8 milhões.

Isso é uma sacanagem com o povo, que trabalha demais. Muitos até deixam de comer alguma coisa para fazer uma fezinha.

O que muito me admira é que quase não houve divulgação!
Na TV, só passou uma vez no Jornal da Record, e na BAND. Na certa foram censurados...
Com certeza, o governo não quer perder a bocada que ele fatura cada semana com os jogos, e nem quer mais CPI...

Espalhem... Isso não pode ficar assim não! Vamos nos unir e dar fim a essa grande rede de corrupção que envolve o nosso país.
Colabore com a DIVULGAÇÃO e ajude a desmantelar essa corja de corruptos que levam 45% do seu salário em impostos e ainda têm coragem de levar mais...
Passe para todos da sua lista de contatos... O BRASIL precisa saber!!!

Dr. Wagner Di Genova Ramos
PAVESIO ADVOGADOS ASSOCIADOS
55 11 4746-2513 (voice)
55 11 4743-3325 (fax)

*O único jeito de acabarmos com essa patifaria é ninguém jogar mais em nada.
Aí a CAIXA ECONÔMICA vai ter um grande prejuízo e, talvez assim faça alguma coisa.
Agora me digam: O que as autoridades vão fazer?????
Esconder como fizeram quando essa notícia vazou???

DIVULGUE... MAS DIVULGUE MESMO, PARA VER SE ACONTECE ALGUMA COISA!!!"

Enviado pela última vez por José Arnaldo Carneiro Campelo em 01/08/2009.
E mais inúmeras vezes por outros internautas...

Investiguei o assunto e... mais uma vez...

É tudo mentira!!!

O escritório Pavesio Advogados Associados, da cidade de Suzano (SP) nega categoricamente qualquer envolvimento de um dos seus associados na divulgação destas informações.
Segundo informaram, a empresa não tem "qualquer participação com sua veiculação e muito menos com o texto ali contido".
A citação à empresa "é ilegal", e o único objetivo é "dar credibilidade a um assunto que já navega na internet desde meados de 2005".
A empresa afirmou estar tomando "as medidas cabíveis ao caso, tendo inclusive relatado a Polícia Federal sobre o ocorrido".
E mais:
Passou no Jornal da Record e da Band? Por que o e-mail não diz quando?
Por que não diz claramente qual a fonte da informação para que possamos confirmar?

Probabilidades
É tentador acreditar nas afirmações contidas no e-mail.
Mas não precisa de fraude para que você não ganhe.
A probabilidade que você, apostador, efetuando um jogo de seis números acerte na sena é de 1 em mais de 50 milhões (exatamente, 50.063.860).
Já apostando sete números, a probabilidade sobe bastante, mas ainda assim ganhar é improvável: 1 em sete milhões (7.181.980, mais precisamente).
Na aposta máxima, de 15 números (cujo valor é de R$ 7.507,50) a probabilidade é de 1 em 10.003.
Considerando uma média de 8 sorteios por mês, levaria pouco mais de 100 anos para você completar um ciclo no qual suas probabilidades de ganhar aumentariam consideravelmente.
Até lá, sem considerar a inflação, você já teria gasto mais de 75 milhões de reais com suas apostas.




Mais um episódio para fazer de palhaço o povo brasileiro,
desta vez, impedindo-nos ATÉ de sonhar. Quantos de nós não fazemos uma fezinha em jogos de azar patrocinados pelo Governo (azar para nós) e sonhamos com uma vida melhor, pois só ganhando na loteria para melhorar esta merda de vida pela qual passamos. Agora vêm esses filhos de uma puta fraudar até nossos sonhos.

É um absurdo o que aconteceu ...

A policia federal descobriu que estava havendo fraude na MEGA SENA. Pegaram várias pessoas envolvidas no esquema, entre eles, funcionários,auditores, etc ... Era muita gente envolvida no esquema. E o povo não sabe nem os nomes dos canalhas, pois neste caso fizeram a gentileza de omiti-los.

Eles fraudavam o peso da bolinha, fazendo sempre dar os números que eles quisessem. E botavam laranjas para jogar, em diferentes estados.

Disse que tinha cara com 4 Bilhões em contas em paraísos fiscais, o que tinha menos, tinha 8 milhões.

Isso é uma sacanagem com o povo, que trabalha demais, muitos deixam de comer alguma coisa para fazer uma fezinha.

O que muito me admira é que quase não houve divulgação, de certo, porque o governo não quer perder a bocada que ele fatura a cada semana com os jogos.

Na TV, só passou uma vez no jornal da Globo (00:30 hrs), e na BAND

Espalhem gente, que isso não pode ficar assim não. Vamos nos unir e dar fim a essa grande rede de corrupção que envolve o nosso país.

Agora resta saber o que vai ser feito com o dinheiro que esses filhos de uma puta roubaram, pois muita gente deixou de ganhar a custo desses cafajestes encherem o bolso de grana. O correto é que esse dinheiro retorne para a própria loteria e seja dividido com os futuros ganhadores.

E, sabe-se lá há quanto tempo esses ladrões estão fazendo isso... Para juntar 4 bilhões, isso na conta de apenas um dos envolvidos, eles estão nos enganando há anos.

Brasil, um país de todos os otários.

Fonte CMI Brasil e Terra



CPI vai investigar suposta fraude na Mega-Sena

A CPI dos Bingos tem um novo foco de investigações: os prêmios milionários da Mega-Sena. O relator da comissão, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), suspeita de que os prêmios da Mega-Sena, da quina e da quadra da Mega-Sena sejam utilizados para lavagem de dinheiro. A idéia é apurar os dados dos vencedores dos principais prêmios, observando os bilhetes de cada um, as casas lotéricas e as aplicações realizadas.

Para descobrir o tamanho da possível fraude e a forma como atuavam os suspeitos, técnicos solicitaram na quarta-feira à Caixa Econômica Federal informações sobre todos os prêmios pagos desde 12 de maio de 1997, especialmente os que superaram a casa dos R$ 5 milhões e que eram partilhados em grupos - o chamado `bolão`.

A data foi escolhida porque a partir deste ano há dados informatizados sobre os concursos da Mega-Sena e da Sena. A CPI dos Bingos trabalha com duas linhas de investigações: fraudes dos bilhetes e negociatas pessoais. "Por enquanto, não é possível dizer que é fraude. Mas posso afirmar que é necessário investigar as coincidências. A idéia é acelerar as investigações o mais rápido possível", disse Garibaldi Alves.

De acordo com sua assessoria, em um mês o trabalho deve ser concluído, pois envolve no máximo de 100 a 150 vencedores de prêmios considerados milionários. As suspeitas vieram à tona a partir de apurações realizadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que é ligado ao Ministério da Fazenda.

O órgão investiga prêmios da quadra e da quina da Mega-Sena. Em depoimento à Polícia Federal, por exemplo, Egton de Oliveira Pajaro Júnior, ex-sócio do empresário de jogos Carlinhos Cachoeira, contou que só ele ganhou de 30 a 40 vezes na Mega-Sena. Sorte ou não, os irmão de Pajaro, Fábio e Cláudio, também eram agraciados com prêmios.

O Dia


Alvaro Dias denuncia fraude em sorteios da Mega Sena

Diminuir corpo de texto Aumentar corpo de texto
Por: Agência Senado

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) voltou a cobrar providências, nesta segunda-feira (11), em relação às denúncias de fraude nos sorteios da Caixa Econômica Federal (CEF). Segundo o senador, há suspeitas de que prêmios como a Mega Sena estariam sendo fraudados e utilizados para lavagem de dinheiro do narcotráfico e do crime organizado.< />

Alvaro Dias já havia denunciado anteriormente um sorteio que premiara inúmeros ganhadores de uma mesma região. A resposta da CEF, no entanto, de acordo com ele, foi "superficial", o que fez com que o parlamentar apresentasse requerimento à Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) para que o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, determinasse que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) se manifestasse sobre o assunto. < />

Segundo o parlamentar paranaense, levantamento do próprio Coaf demonstrou pelo menos 50 casos suspeitos de lavagem, entre eles o de um grupo de 200 pessoas que teria acertado 9.095 vezes nas loterias da Caixa entre março de 1996 e fevereiro de 2002 - informou. Além disso, novas fraudes teriam sido recentemente descobertas pela Polícia Federal.< />

- Precisamos dessas informações para verificarmos quais as providências que podem ser adotadas nesse caso. Afinal, a população brasileira reserva parcela de seu orçamento doméstico para participar desses concursos todas as semanas. Disputam prêmios milionários que, no inconsciente popular, ganharam contornos de utopia coletiva - disse o senador.< />Previdência< />

Alvaro Dias denunciou ainda o desvio das verbas da Previdência Social para composição do superávit primário. Segundo ele, ao contrário do que o governo afirma, a Previdência não é deficitária, informação comprovada pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social (Anfip). Os recursos, no entanto, não estariam sendo destinados a seus devidos fins.

- Sem amparo legal, o governo federal subtraiu R$ 17,630 bilhões da arrecadação da seguridade social no ano passado para engordar o superávit primário, segundo dados da Anfip. Os recursos retidos contribuíram com 36% da meta de ajuste fiscal, excluindo as estatais federais. Pelas contas da entidade, o sistema registrou um saldo positivo de R$ 42,530 bilhões em 2004 - disse o senador. E, ainda segundo Álvaro Dias, os auditores da Previdência destacam que essa não foi uma peculiaridade do ano passado. Entre 2000 e 2004, foram utilizados R$165 bilhões da Seguridade Social para contribuir com o superávit primário.

- Essa prática é desonesta em relação aos trabalhadores do país. Os recursos da Previdência são do trabalhador brasileiro. Não pode ser utilizado para compor o superávit primário. O governo sustenta que o sistema é deficitário e, com esse pretexto, subtrai direitos adquiridos - afirmou.

Em aparte, a senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) sugeriu a abertura de procedimento investigatório para explicar os desvios de finalidade, que, em sua opinião, seriam indevidos.





Comentários

Nome: Georton;
Comentário: Após o envio deste email estou indo ao gabinete do Senador Alvaro Dias e a Policia Federal de Brasília p/ desmascarar, com provas documentais e testemunha a funcionária de uma lotérica onde qdo estava registrando a minha cartela matriz de um sistema jogo o sistema rejeitoiu o jogo e logo após varias tentativas de registrar o jogo estranhamente o computador saiu do sistema On Line da Caixa, após 6 minutos o computador entrou em linha, estranho que só caiu a minha matriz que tinha maior propabilidade de coincidir com o resultado do concurso da Lotofácil. Exijo uma alditória a CEF. E uma critériosa investigação da "PF". Eu tenho volantes que ao serem registrados em um lotérica local 531 da Lotofácil teve o jogo rejeitado e após tentativas insistentes por parte da operadora o sistema saiu de Linha.
| Responder |

Sem comentários:

Enviar um comentário